As técnicas de Trabalho em Alta  Performance baseiam-se numa metodologia desenvolvida ao longo de mais de meio século de pesquisa empírico-experimental, iniciada pela conhecida Escola de Palo Alto – Califórnia, sobre as formas de interação humana e o seu impacto na formação e resolução de situações problemáticas e de desbloqueio de limitações. O modelo atual, em combinação com a sub-disciplina de  Diálogo entre Cérebros tem-se revelado particularmente eficaz e eficiente para facilitar a interação entre equipas corporativas de PMO “Project Management Office”, BPM (Business Process Management) e ACM (Adaptative Case Management) de várias magnitudes e complexidades. Inclusivamente na elaboração de diagramas de fluxo de BPMN, garantindo as interações comunicativas adequadas à definição de objetivos, tarefas e prioridades necessárias para sua correta implementação. A direção da CASO, que também assegurou a gestão geral e académica do Centro de Estudos Avançados em Comunicação e Problem Solving Estratégico, em Madrid e Barcelona, ​​desde 2005, promoveu o estudo e pesquisa desta metodologia, há mais de 10 anos, tendo evoluído para o desenvolvimento de estratégias e planos de ação, tão efetivos como eficientes, para alcançar objetivos e resolver problemas nos mais diversos contextos da interação humana. Os resultados de mais de uma década de aplicação, adaptação e evolução da metodologia da Escola de Palo Alto (Paul Watzlawick, John Weakland et al.) no âmbito das organizações, em espaços internacionais e ambientes multiculturais, permitiram-nos criar um modelo de intervenção tão rigoroso como flexível, exposto no livro publicado no final de 2015.

Link a la web de “Trabajo en Alta Performance”